Faça Você Mesmo: Cortina

Oi pessoal! Primeiro, gostaria de agradecer muitíssimo todos os comentários que recebemos aqui. Mais uma vez estamos atrasados nas respostas, mas é que temos trabalhado até tarde da noite, então está muito difícil conciliar… mas tenham paciência que vamos responder…

Voltando a cortina. Sou uma pessoa que nunca costurou na vida. Nunca tentei. Nunca tive interesse. E achei que nunca seria capaz de pregar um botão (bem, na verdade ainda não prego…hehehe). Por isso, quando comecei a fazer a cortina lá da escada, eu resolvi usar cola. É verdade… não tenho vergonha… Atire a primeira pedra quem nunca ficou desesperada na vida… kkkk.

Então resolvi mostrar o processo criativo inteiro, incluindo o vexame da cola. Vamos ao passo a passo?

Primeiro, olhem a quanto tempo eu comecei com esse negócio: ainda tinha entulho onde hoje tem o deck. E o sofá ainda era o de 15ª mão, e a sala ainda era branca… kkkkkkkkkk.

Na roça onde moro não tem entretela em tamanho menor, então comprei um rolo tamanho padrão e cortei na largura que queria, cerca de 8cm.

Pra colar a entretela é fácil. A primeira parte você faz colocando o “lado do tecido” pra baixo e passando o ferro bem quente. Depois tire o papel que protege o adesivo. Nessa hora, não se esqueça de colocar a pontinha do tecido dobrada pra dentro, pra ela não desfiar futuramente.

Passe com o ferro novamente. Meu primeiro erro foi achar que a entretela por si só ficaria colada no tecido pra sempre, depois que eu terminasse de passar. Como sou bobinha…kkkkk. É claro que não… a bicha sismava em descolar o tempo inteiro. Como resolver?

Cola pra tecido ué?! Lasquei cola em todos os pontos da cortina. Quis nem saber.  Mas adivinhe? Não ficou bom… por que só eu não sabia que isso não daria certo?! kkkkk

Depois disso, meio que abandonei o projeto. E tinha decidido que ele ficaria no final da lista de prioridades. Aí, com o passar do tempo, olha onde o sol foi bater todo dia…

Eu me rendo! Preciso urgentemente de uma cortina! Fui ver os preços: tudo muito caro e muito feio pro meu gosto (lembrem-se que moro na roça). Como o tecido ainda tava lá, pensei que não seria uma má ideia tentar costurar.

Pesquisei muito uma máquina básica (não penso em bordar com ela) e forte, pra aguentar tecidos mais grossos usados na decoração. Acabei não indo na mais famosa (Singer Fashion) pela quantidade de reclamações que li a respeito. Optei pela Janome 2008. Então em pleno domingo, sentei calmamente, li o manual da máquina…

… e comecei a fazer. Gente, simples assim! Eu estava tão nervosa no início que tava até suando…kkkkkk. Mas a máquina é super fácil de usar, o manual muito claro… ADOREI!! Mais do que aprovada!

E pra provar que fui euzinha que consegui fazer, olha essa foto horrorosa aí embaixo… (o que não fazemos por vocês?!). E como perceberam, armei o circo na cozinha/sala de estar/sala de jantar… kkkk. É que o escritório continua sendo depósito da casa, então, já viu…

E devo dizer que não fui tão mal… Uma parte não ficou como eu queria, porque estava com cola, então apenas costurei por cima e os fiapos ficaram pra fora…

Mas na outra parte onde eu ainda não tinha mexido, olha que belezinha… hehehe

E pensam que eu fiquei com medo na hora de fazer o círculo?! É claro que fiquei! Fiquei aterrorizada!!!! kkkk. Minha primeira tentativa ficou assim:

Mas melhorou um pouco no final… Ainda bem que não quero bordar com a máquina!!! kkkkkkk

Depois foi só cortar no meio dos círculos e colocar as argolas, que são de pressão.

Cortina pronta! E Namorido teve que se pendurar pra pendurar a cortina… e eu quase morri do coração mais uma vez… kkkk

Ela fechada não fica das mais bonitas, mas está protegendo meu sofá pelas manhãs. Além disso, é muito bom poder andar a vontade, sem medo de que alguém veja o que não deve… E por favor, não me digam que eu tenho que passar… eu sei! Tá na lista, item de número 490… kkkkkkk

Mas aberta, até que eu gostei. Ficou bem melhor do que eu achei que ficaria…

Então no geral deixamos aberta quando estamos em casa, e fechamos apenas para dormir ou quando saímos.

E pra não perder o costume, vamos a um antes e depois da cortina?

ANTES

DEPOIS

Só uma coisa que esqueci de falar: esse tecido eu já tinha, do meu antigo AP. Não quis comprar nada, porque não sabia se ia dar certo e na época tínhamos outras prioridades, como o deck por exemplo. Então, não podíamos nos dar ao luxo de gastar sem necessidade. No futuro, vamos trocar a cortina  por algo com mais personalidade. Mas vai ser uma das últimas coisas que faremos na casa… Ainda temos tanto por fazer…

E aí, o que acharam da experiência? Alguém aí pensando em costurar cortinas ou almofadas? Gente, acreditem em mim, se eu fui capaz, qualquer um é! Não levo o menor jeito pra essas coisas… rsrsrsrs. Ah, e como sou marinheira de primeira viagem, pessoal da costura, fiquem à vontade pra dar sugestões pra projetos futuros, porque garanto que essa é primeira de muitas…hehehehe