Curiosidades da Viagem

Aham… pensaram que tinha acabado, né?! Nãooooooo! Ainda temos algumas cartas na manga para mostrar!

A viagem não se resumiu a apenas glória. Aprendemos algumas coisas também.

1- Quando se trata de distância, nunca confie no que um nordestino fala. Isso porque mesmo falando o português como a gente, algumas palavras são encaradas de forma diferente lá. Quando você perguntar se algum ponto onde estiver indo é longe e ele responder: – É não… é logo ali! Prepare-se porque não só o negócio é longe, como é longe pra caramba!

fot

Caímos na asneira de perguntar em Canoa Quebrada se dava pra ir pro Oasis a pé. A resposta foi que dá, que o problema é que pra quem não estava acostumado, podia ser um “pouquinho cansativo”. 10 km depois, andando num sol de 11 da manhã sem nada por perto, achamos que era hora de voltar, porque nem sinal do tal Oasis. Mas só tivemos certeza que era hora, quando os urubus não paravam de voar em volta da gente…

2 – Se você pensa que o problema de parar no meio do nada para almoçar e ir ao banheiro, é que na maioria das vezes o banheiro é sujo que nem dá pra entrar, é porque você não parou em um que é tão limpo, que todo mundo quer frequentar. Olhe a companhia de pipi do Leandro quando nós paramos em uma cidadezinha do Ceará:

DSC06948

DSC06949

Mas lá tivemos a oportunidade de provar um refrigerante feito de cajú, conhecido como Cajuína. Muito bom!

DSC06952

DSC06951

3 – Cartão não é dinheiro. A maioria das cidades que nós ficamos não aceitavam cartão em quase lugar algum. Você não imagina o que é andar quilômetros sem um posto de gasolina que aceitasse cartão e no auge do desespero, abastecer o carro com R$17,oo de álcool em moedas, sem saber onde literalmente você irá parar.

4 – Se você pensou que tinha deixado a cobra no Ceará, é porque você ainda não visitou a mãe dela na Bahia…

DSC08911

DSC08912

DSC08917

Não se preocupem, pois só estávamos tentando fazê-la sair da estrada.

5 – Se você acha coinscidência encontrar duas cobras na mesma viagem, mais coincidência ainda é encontrar as mesmas pessoas horas depois, paradas em outra cidade, justamente no ponto da estrada onde você para o carro pra trocar de lugar com quem está dirigindo.

DSC08925

Além das curiosidades, em breve vamos apresentar um resumo da viagem… então se você quer saber quantas cidades foram visitadas, ver o cronograma da viagem, quantidade de km rodados, fique ligado!

Ah... não esqueçam de deixar um recado e estaremos respondendos perguntas e tirando dúvidas, caso queiram fazer uma viagem punk!!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s