O que não fazemos pela obra?! Em busca do lilás perfeito.

Duvido que a história que vamos contar aqui não pareça com as histórias vividas por vocês que estão construindo ou reformando. É a história do que somos capazes de fazer quando se trata da nossa casa…

Leandro e eu sempre quisemos pintar nossa casa de lilás, desde o início, desde sempre… tipo a casa vai ter dois andares, ter banheira, rodapé Santa Luzia e vai ser lilás. Até elegemos o lilás que queríamos: o de uma casa em um outro bairro, onde pássamos sempre em frente. Então o que fizemos?

Primeiro, tiramos uma foto da casa, escondidos dentro do carro (o lilás é só o da ponta). E tinha gente passando com uma cara pra gente… me senti quase que uma bandida… hahaha

 

Depois, munida de um monte de cartelas de amostra de tintas e muita cara de pau, fui até o porteiro do condomínio, expliquei a situação, pedi pra entrar pra olhar, o que ele deixou, contanto que eu não me aproximasse da casa, já que ela não tem muro. Enfim, levantei as cartelas contra a casa e escolhi as cores que pareciam ser as mais próximas da cor dela.

Fomos então para a loja da Coral, e compramos as latinhas de teste e fomos felizes e faceiros pra nossa casinha…

…e passamos na parede…

… e não era nada do que queríamos! Aff… o teste não ficou nada parecido com o que era no cartãozinho, e muito menos com a da casa.

Aí, resolvemos passar perto de uma casa no nosso bairro que também tinha começado a ser pintada de um tom de lilás parecido com o que a gente queria. Fomos lá pra ver se achávamos o nome da cor ou alguma coisa assim. O que encontramos? Revirando o terreno do lado (isso mesmo, depois de se esconder pra tirar a foto de uma casa, fomos ainda mais baixo: reviramos o lixo do terreno baldio ao lado da outra casa… hahaha),  encontramos o pedaço de pau usado para mexer a tinta.

Íamos carregar ele pra casa, achando que talvez com essa nova aquisição, poderíamos descobrir a cor. Mas aí tivemos sorte: o pintor apareceu, nos deu um etiqueta com o nome da tinta e um pouquinho dela no copinho, aí trouxemos logo pra casa e passamos perto das outras.

Fomos para loja onde a dona da casa tinha comprado a tinta, mas o atendente falou que era uma mistura que só a dona sabia as proporções. Eu, teimosa que sou, provei pra ele que com certeza a proporção era 50% de cada. Mas ele continuou dizendo que não. Entendi então que ele não queria me vender a mistura, que ele achava errado eu fazer igual. Óbvio que eu fiquei revoltada: Heinnn??!! Como assim??!! Ela patenteou a porcaria da cor?? Por que não lança a mistura no mercado então com o nome da dita cuja? Ou então, porque não tiram as cores do mercado, pra não correr o risco de alguém acabar fazendo a mesma mistura???!! 

Resignada, chamei o Leandro para ir embora, sem dirigir uma palavra ao vendedor. Simplesmente ignorei a existência dele. E tudo aquilo me deu tanta raiva, que eu tomei antipatia pela porcaria da mistura que antes eu tinha achado linda. Então, fomos a outra loja e lá compramos uma outra cor, na verdade 3 cores…

E foi assim que decidimos a cor da nossa casinha. Nem só de glamour vive uma obra… E embora a pintura tenha demorado muito depois disso, pelo menos as tintas estavam compradas, aguardando o começo. Que aconteceu, antes de entrarmos de férias. Tchan, tchan, tchan tchammmmmmmmm

Ela ainda não está terminada (como todo o resto da pintura da casa, diga-se de passagem), mas vamos mostrá-la em breve assim mesmo!

E vocês? Já passaram vergonha ou se comportaram de forma meio esquisita pela sua casa?

 

Anúncios

16 comentários em “O que não fazemos pela obra?! Em busca do lilás perfeito.

  1. Adorei! Você pode passar a referência/marca da tinta e proporção? Quero pintar minha casa de lilás claro e o muro mais escuro.
    Obrigada.
    Bjs,
    rosângela de abreu

    • Oi Rosângela,

      Acabou que não usamos nenhuma mistura. Escolhemos três cores pra nossa casa, a mais escura pra casa, a segunda mais escura pra faixa da lateral e a terceira mais clara ainda pro muro. A cor mais ecura (qie é da casa) é a Mousse de Uva, emborrachada da Coral. As demais cores, são as mais claras, logo em seguida da mesma cartela de cores. Não sei o nome delas, mas olhando a cartela você encontra.

      Espero ter ajudado.
      Beijos!

  2. Oi Ju, voltei para responder..

    Não as palmeiras não existem… aliás no terreno só tem grama e daquelas bem grossas de mato mesmo.. É que arquiteto gosta de impressionar, né… mas quem sabe no futuro né.. irei plantar pequeninina e ir regando.. depois de uns 10 anos ela vai estar bem bonita…rs

    obrigada pelo elogio, não vejo a hora de ver os tijolinhos subindo…

    bjs e bom final de semana..
    Patricia

  3. juju, eu entraria no condominio e conversaria com a dona da casa, elogiaria milhoes de vezes o gosto dela, e pediria o nome da cor…
    mas FAZER O QUE SE VCS DOIIS SÃO AVENTUREIROSSSSSSS????
    eu invado a obra elogio o trabalho, e a pessoa entrega o ouro!!!
    bjin
    tb to com saudadinha das nossas conversas…
    me mande no e-mail coisadelilly@gmail.com

  4. Oie! Td bem?

    Obrigada pela força lá no blog, apesar de correndo muito, estou mais animada e analisando um monte de alternativas para a casa… =)

    Acho que o problema nem é a vergonha de fuçar tanto para descobrir a cor, o problema é depois de passar por tudo isso, vir um vendedor idiota e tratar vcs assim.

    Quero ver essa pintura, hein?! Aposto que no fim das contas ainda ficou bem mais bonita do que a casa que vcs tinham visto…

    Bjs!!

  5. Oi Ju.. estou um pouco sumida pois estou aguardando a aprovação da minha planta.. a boa notícia é que já saiu o comunique-se e a arquiteta já fez as alterações necessárias, porém tem 1 dos itens que estou aguardando o eng. do cálculo estrutural.. depois que eu der entrada novamente ai é só aguardar a prefeitura..

    O empreiteiro que estamos de olho já deu uma olhada na nossa planta.. porém só vai passar o orçamento com a planta executiva.. e só terei a mesma depois da aprovação na prefeitura…

    Enquanto isso fico olhando nos blogs e vendo os tijolinhos da amigas…

    Ah, sobre a pergunta que você fez… Bom, antes mesmo de construir eu já gostava de entrar em obra alheia… agora então.. tenho que me segurar…

    Tenho uma cunhada que mora em um condõminio perto de Campinas e quando vamos passear lá, aproveito para ver as novas construções… uma vez o meu esposo entrou em uma casa em construção e deu de cara com os moradores.. ficou super sem graça.. rs…

    Também já andei com a fita métrica e medindo os comodos alheios.. rs…

    Quero ver a cor que você escolheu… suspense…

    A nossa eu penso em café com leite.

    um super beijo

    Patricia

  6. É, tá vendo só como todos nós guardamos um pouco de loucura dentro de nós?rs
    Olha, tirei muita foto dos pisos nas lojas, perguntava tudo que podia a qq desconhecido que parecia entender um pouco mais de obras, ficamos bastante cohecidos dentro da C&C, tirei fotos do rapz da Coral preparando nossas tintas (fiquei devendo essa no blog), catei uma porrada de móveis que jogaram fora na calçada e fiz minha amiga ir buscar…Acho q ainda tem muito mais coisas q já caíram no esquecimento!
    Nunca perdoaria o vendedor da outra loja! Aposto com vc que eu chamaria o gerente e ía matar o meu marido de vergonha!huahuahua
    Depois essa loucura toda deixa saudade (por incrível que pareça)
    Bjuuus e adorei a escolha do lilás.

  7. HAHAHAHHA eu ri muito com esse post!!!!! Caramba!!! RSRSRSRRSRSRSRS
    Olha, somos mesmo todos estranhos. Eu tb já tirei foto de casas me sentindo uma fora-da-lei. Já tirei foto de piso em loja (bem discreta), já tirei foto de janela de casa, fingindo que tirava foto do meu marido, mas focando na janela, já COMI areia da obra pra ver se tinha sal (se fosse salgada era areia imprópria pra obra, tinha que ser “adocicada”). Fala sério, essa foi recordista, comer areia, hein?

  8. Olá, muito boa essa história! kkkkkkk

    Vcs são persistentes, eu já fiz essas loucuras de fotografar as casas alheias. Já tirei foto de muro, fachada…e qndo entro em uma obra do vizinho pra besbilhotar os pisos e as coisas.

    Uma fez falei com uma aluna nova minha, q estava construindo no condomínio tal, e ela só ouvindooo. Aí falei assim, ihh vi uma obra linda lá e não aguentei olhei tudooo, ainda bem q só elogiei…adivinha??? A casa era DELA. Quase morri de vergonha, mas depois ela me convidou pra conhecer…kkkkkkk.

    Ahhh, simplesmente adorei o lilás. Perfeito!

    Bjãoo!

  9. Oi…é assim msm, fazemos de tudo né, pela nossa casa rsrs
    mas sua casa vai ficar linda de qualquer jeito…e tenho certeza que vc um ´ptimo bom gosto e vai ficar mara!!!
    bjoo

  10. Euuuuuuuu?!?!?!? Fazer coisas estranhas?!?!?!?! Tirar fotos do piso de todos os lugares que vc entra por um acaso é estranho?!?!!? rs rs rs

    Quem nunca fez nada de estranho que atire o primeiro piso, pincel ou o que tiver a mão..rs

    Mostra logo que estou curiosa!!!

    P.S – Amo lilás!!!!!

  11. Mas não se preocupa não.

    Tirar adesivo de vidro com estilete é tão fácil e rápido que chega a ser prazeroso, muito divertido, legal mesmo, parece mágica.

    Muito engraçada a história de vocês. Espiões da cor lilás!

  12. Fiz e tenho feito coisas estranhas, tirar foto de casas, janelas etc…
    Acho que eu teria ido num outra loja de tinta e pediria para misturar a proporção que eu achava que era da casa que tinhas gostado.
    Pois na Leroy eles misturam se não gostar não precisa comprar.
    Agente faz cada loucura pela casa.
    Mas depois que passa é engraçado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s