Tempo pros Projetos

Como estão todos, bem? Acharam que eu ia sumir, né?! Eu sei… dei razão… agora vão jogar na minha cara a vida inteira! Kkkkk

Pois bem, me enrolei um pouco, por alguns problemas no trabalho e por estar trabalhando na minha monografia, e por ter saído a noite pra tomar só uma e ver o sol nascer na rua… é, Namorido e eu fizemos isso, só pra variar…kkkkkk

Mas o bom disso acontecer, é que me lembrei de um post que estava planejando escrever sobre tempo. Mais especificamente sobre tempo pra fazer os nossos projetos, ou sair, ou cuidar da casa.

É muito frequente recebermos e-mails de pessoas reclamando da falta de tempo (algumas vezes comentários também).  Algumas vezes é só um desabafo. Outras vezes várias perguntas… mas outras vezes a frase é: gostaria de ter tempo pra fazer o que fazem.

Quando recebi isso da primeira vez, me senti um pouco ofendida, como se tivesse levado uma pedrada. Difícil pra mim admitir isso, até porque tenho certeza que não foi um comentário maldoso… mas me ofendi um pouco. Por que? Porque nos esforçamos muito pra arrumar tempo, não estamos aqui parados, olhando pro céu, completamente entediados e dizemos:

- Vamos bater um concreto só pra passar o tempo?! Só de sacanagem, vamos carregar uns carrinhos de areia?!

Sim, porque não há nada melhor pra passar o tempo do que se matar de trabalhar, não é?! kkkkkkk

Depois eu passei a entender que não era isso, não era nada a nosso respeito, mas sim uma justificativa encontrada para algo que a pessoa queria muito fazer, só não sabia como. Então hoje, isso é algo que não só não me ofende, como também me estimula a falar sobre o assunto, e sempre que possível, procuro responder as perguntas e incentivar a pessoa a se organizar pra fazer o que quiser, seja um projeto na casa, uma viagem, ou assistir um filme.

Por isso, resolvi colocar aqui as perguntas principais, e a forma como fazemos. Gente, quem não tiver interesse, espere o próximo post (que inclusive vai ser um projeto que fizemos). Mas como respondo isso vez após vez, acho que vale a pena postar…

- Vocês trabalham todos os dias o dia inteiro?

Sim, todos os dias, na maioria das vezes de segunda a sexta, 12 horas por dia. Mas no nosso ramo de negócio (petróleo) é comum trabalharmos também aos finais de semana, e noite a dentro. Leandro e eu trabalhamos muito, e nosso tipo de função exige que estejamos sempre disponíveis, e continuamos respondendo emails e atendendo o telefone em casa, fora dos horários acima.

E infelizmente, essa é a única parte do trabalho que podemos dividir… o restante preferimos manter privado, por questão de ética com a empresa e também de segurança, já que dividimos muita coisa aqui no blog (então por favor, entendam que não iremos responder mais perguntas quanto a isso, não levem a mal!).

Além disso, ainda faço faculdade, e honestamente é muito difícil conciliar meu trabalho e minha facul, devido aos horários, mas estou levando…

 - Vocês tem ajuda em casa? Empregada, faxineira?

Quem lê o blog assiduamente sabe que não. Primeiro porque não conseguimos encontrar ninguém de confiança. Segundo, porque as experiências anteriores foram em sua maioria muito ruins. Pagávamos pra pessoa chegar as 9, sair as 14 e dar só um “tapa” na casa. Agora, não queremos mesmo… porque encontramos uma forma de cuidar de casa que não nos estressa (vamos postar a respeito), e hoje pra essa casa não temos mais motivos. Pode ser que um dia precisemos, mas até lá, não queremos.

 9Z9A1205

- Que horas vocês fazem os projetos?

Quando começamos, trabalhávamos muito à noite, e muitas vezes íamos até de madrugada. Na época tínhamos coisas urgentes pra fazer, como a instalação elétrica. Quem acompanhava o blog sabe que mudamos com um gato…kkkkk. Agora que essa fase crítica passou, e claro, ninguém aguenta um ritmo muito pesado por muito tempo, praticamente só usamos o final-de-semana, e mesmo assim, ficamos vários sem mexer em nada.

IMG_5742

- Como fazem para encaixar os projetos na sua rotina?

Olha, a primeira coisa é o planejamento. Se sabe que vai trabalhar no fim-de-semana, tente dormir cedo, deixar o almoço adiantado ou pronto, de preferência. Arrume a casa e lave a roupa durante a semana. E o mais importante: compre tudo o que for precisar pro projeto antes do dia (ou pelo menos tente comprar tudo! Kkkk). Ninguém merece estar cheio de  tinta e ter que tomar banho e mudar de roupa pra comprar um pincel!

Se você se envolver em outras coisas, vai ficar cansado ou sem tempo pra fazer o que quer fazer.

 IMG_2284

- De onde tiram energia? De onde tiram a motivação?

Nem sempre temos energia. Tem vezes que simplesmente quero pegar a #&%%@ de lixadeira e dar uns bicudos até a outra quadra. Mas também sabemos que se for esperar a vontade bater, nunca faremos. Então balanceamos tudo. Se um dia vamos trabalhar, no outro vamos descansar. Se trabalhamos um fds sem parar, no outro não fazemos absolutamente nada.

Pra manter a motivação, são basicamente quatro coisas:

- Dividimos o projeto em etapas. Se seu projeto for “terminar a sala” ele será muuuuito grande, e a possibilidade de se sentir frustrado, ou de nem ter coragem de começar será maior. Então ao invés disso, faça uma lista com projetos menores, tipo, pintar a parede, colocar o rodapé, pintar a porta, etc.

- Comemoramos. Depois de terminar um projeto, nos damos algo de presente. Uma noite com amigos, uma viagem, ou um sofá aberto com pipoca…hehehe. E fazemos isso sem pena, porque pensamos “íamos gastar esse dinheiro se fôssemos pagar alguém”, ou então, “já investimos muito tempo nisso, agora temos que relaxar”.

- Admiramos. Parem e admirem o que foram capazes de fazer. Curtma o cantinho novo. Mostrem pros amigos, tenham orgulho!

- Postamos…rsrsrs. É sério… nosso blog é uma fonte de apoio enorme, e muitas vezes quando bate o desânimo, sempre tem um comentário que emociona, um relato de alguém que também está se esforçando… e se vocês às vezes comentam que somos uma fonte de inspiração, não pensem que a recíproca não seja verdadeira! Ouvir de vocês que estão pintando isso, montando aquilo, dá uma sensação enorme acolhimento, e de companheirismo, tipo, vamos a batalha irmão! Quando mandam fotos dos seus projetos então… isso sim é inspiração!

 IMG-20140402-WA005

- Como começar?

Comece por um projeto fácil, tipo, pintar uma parede. Depois, converse com amigos, pesquise antes de partir pra algo mais difícil… encontra-se de tudo na net! E devagar, vamos criando confiança, melhorando a habilidade… Levamos uma surra no nosso primeiro móvel! Vocês leram aqui… depois fomos muito melhor  nas prateleiras, e agora já estamos mais confiantes… Devagar, invista em ferramentas que te ajudarão a fazer tudo de forma mais rápida e confortável, e se não tiver certeza, peça emprestado, alugue…

 IMG00064-20131013-1412

O que tenho a dizer no final, é que dá trabalho sim, exige esforço sim. Tenha certeza que são raros os casos onde as pessoas fazem por ter tempo sobrando. A maioria de nós pobres mortais, tira tempo de outras coisas pra isso. Mas ao mesmo tempo, o senso de realização é enorme, algo que só quem tenta sabe. Não importa se é algo grandioso, ou uma pequena mudança de cor na parede, o que importa é que fizeram com as próprias mãos! Além disso, fazer por conta própria poderá significar muitas vezes ter coisas que não poderíamos ter. Quantos podem mandar fazer um móvel sob medida? Quantos podem mandar colocar um deck em sua casa? Para esses, tentar, pode significar realizar um sonho. Ou então, pode significar fazer o dinheiro render, e ter verba sobrando pra uma viagem, pra sair pra jantar, pra trocar o carro… ou quitar as prestações da casa mais rápido.

GOPR0103

Nosso objetivo aqui no blog é fazer vocês pensarem nisso pelo menos, em usar bem seu tempo e seu dinheiro, e acreditar que são capazes e que vale a pena o esforço. Pra tudo isso, basta apenas dar o primeiro passo!!

Quem está com a gente???

Fiz Como em Dias a Dois: Rack e Mesas

Bom dia! Como estão todos por aí? Animados? Aqui estamos muito animados! Como não estaríamos, depois do blog estar voltando ao ritmo?

E por falar em voltar, estamos voltando com esse tema do blog, que pra nós é um dos melhores do blog. Dizemos isso porque primeiro, nos motiva. Nos motiva a continuar escrevendo, porque vemos que estamos atingindo nosso objetivo, de fazer do blog uma espécie de comunidade, onde nos incentivamos, trocamos experiências e aprendemos juntos. Depois, porque prova que pessoas normais, sem nenhum expertise em construção ou marcenaria, podem sim fazer várias coisas por conta própria, podendo realizar sonhos, que talvez não fossem possível, se tivessem que pagar.

E o projeto dessa vez, é de um lindo casal de Goiânia, o Ícaro e a Hellen:

Icaro e Hellen

Eles não fizeram um, mas 3 móveis!! Olhem o que eles falaram a respeito:

Pesquisando no google como fazer uma mesa em mdf, acabei caindo no blog de vcs com a saga do rack.
Seguindo os mesmo princípios de como fazer o rack e após alguns videos do youtube de marcenaria, acabei me aventurando em fazer a mesa.
Como foi a primeira mesa, digamos que não saiu 100% como eu esperava, mesmo assim o resultado foi muito bom, todo mundo que viu gostou bastante. Foi ai que eu me aventurei em fazer a segunda mesa, essa sim saiu 100%.
Mostrei o blog para a minha esposa e ela gostou bastante do rack. Não teve jeito, tive que fazer um igual. A única diferença foi que na divisória do meio ela teve a idéia de colocar um vidro.

 

E aí, vamos ver o resultado?!

2013-01-26 12.56.48

2013-01-26 16.05.59

2013-01-26 18.01.58

2013-01-27 15.35.46

2013-11-11 21.28.27

2013-11-11 21.28.02

2013-11-11 21.28.43

2013-11-15 11.29.47

2013-11-15 11.29.12

2013-12-09 20.27.37

2013-12-12 22.58.00


2013-12-13 18.26.33

2013-12-13 18.26.10

Agora eles pretendem continuar seguindo a linha do faça você mesmo, e planejam outros móveis para o apartamento em que irão morar em breve!

Olha, depois de ver o resultado, acho que eu tinha que mudar o tema pra “Fiz como o Ícaro e a Hellen”, porque venhamos e convenhamos, ficou um luuuuuxo! Acho que nós é que vamos  nos inspirar neles! hahahaha

Casal, parabéns pelo trabalho, os móveis ficaram super bem feitos, incluindo o primeiro! E sem falar no rack, que é uma versão muito melhor do nosso! Fico orgulhosa em saber que mesmo de longe e nem que seja só um pouquinho, ajudamos dando o incentivo que precisavam pra começar. E óbvio, aguardamos ansiosos pelos próximos projetos!

E vocês pessoal? O que acharam do resultado? Viram como é possível? Quem gostou aí? Comentem, e incentivem outros a fazerem o mesmo, não só a arregaçarem as mangas, mas também a  mandarem as fotos e dividirem as aventuras com a gente!

Lava Louças GE – Testada e Aprovada!

Preparem-se para um post grande! Mas tentei colocar todas as informações possíveis aqui…

Há semanas atrás, quando fizemos o primeiro o post perguntando sobre a lava louças, tivemos uma resposta positiva de todos vocês. Foi muito bacana, e cada um contou sua experiência, a marca que tinha… então, se você está pensando em comprar a sua, sugiro que dê uma lida nos comentários (pule os meus pra ficar mais fácil) e veja as diversas opiniões antes de se decidir por uma. Gaste um tempinho fazendo isso que garanto que valerá a pena.

Bem, e a nossa experiência, como está sendo?! Depois de usar por mais de um mês, só podemos afirmar:

Como vivemos sem uma antes?!?!?! Até Namorido está adorando!

Gente, agora arrumar a cozinha depois da janta leva praticamente 5 minutos. Só a tempo de encher a lava louças, limpar o cooktop, bancadas e chão. Rápido e simples assim. Mas vamos começar pelo começo… rsrsrs. Vou tentar organizar o post, pra poderem ir direto ao ponto que te interessa:

 Por que escolhemos GE?

- Boas avaliações,

- O interior é todo de inox,

- Queríamos uma nove serviços em inox, que acreditávamos ser o tamanho ideal, e isso diminuiu nossas opções,

- Comparada a Electrolux, que seria a nossa primeira opção, a diferença de preço era significante (uns 600 reais).

 Onde compramos e quanto custou?

Compramos nas Americanas, e pagamos R$1.292,90 no boleto (com desconto) incluindo o frete. Pelas pesquisas que fiz, e pelo que a Fernanda falou no comentário do outro post, sei que com um pouco de paciência, dá pra comprar mais barato (ela comprou por menos de mil, pasmem!). Embora eu tenha paciência pra esperar em 90% das vezes, eu estava muito ansiosa e dessa vez não quis saber, dei uma pesquisada de leve e comprei no lugar mais barato que tinha no dia. Chegou no dia 05/02 e estamos usando desde então.

Onde ela foi instalada?

Como poderão ver, ela parece um frigobar, é bem grandinha, e não cabe na cozinha, não sem uma bela obra.

9Z9A1236

Embaixo do cooktop não tem espaço, por conta da mesa.

9Z9A1239

9Z9A1240

Uma opção, que pode ser que usemos num futuro longíquo (quando todas as outras obras acabarem) seria usar no lugar das gavetas.

9Z9A1238

Por enquanto instalamos na área de serviço.

9Z9A1254

 

Como é a instalação?

A instalação é muito fácil, parecida com a instalação de uma máquina de lavar roupas, como pode ver abaixo, comparando as duas “instalações” (tá tudo provisório):

Instalação

Quando formos mexer na área de serviço, iremos dar um jeito nas saídas de água (nossa água é fria) tanto da lava e seca, quanto da lava louças. Fora que pensamos em talvez colocar a máquina  mais no alto. Veremos.

A primeira vez:

A primeira vez que fomos usar, demos umas pisadas na bola.

Como poderão ver, usamos com ela um pouco vazia, porque não sabíamos arrumar direito, e essa pra mim é a maior dificuldade até hoje. Essas fotos são da primeira tentativa:

9Z9A1257

9Z9A1375

Além disso, colocamos o pote da cafeteira na posição errada, que acumulou água:

agua

E como tinha água acumulada em cima, ela acabou molhando as peças embaixo durante a secagem:

9Z9A1372

E a panela… pegamos uma panela com sujeira agarrada e colocamos lá sem antes deixar de molho!

9Z9A1333

Claaaaro que não saiu! Além de ter ficado na posição errada e acumulado água!

 Com o tempo estamos pegando o jeito, e já conseguimos colocar bem mais coisas nela… mas já quebrei copos e taças, tentando encaixar tudo no lugar. Agora não temos o problema com água acumulada…

 IMG-20140205-00001

Baseado na nossa experiência, podemos responder algumas perguntas que acho que todo mundo faz:

Precisa enxaguar primeiro?

Não precisa. Mas quando coloca louça na pia, você tira o resto de comida antes, não é?! O princípio é o mesmo, só coloque na máquina o que você colocaria na sua pia. E panelas com o fundo preto (como a da minha primeira lavagem) tem que colocar um pouco de molho antes, como você faria se fosse lavar a mão. Agora, sujeira de molho, feijão, alguns grãozinhos, nada disso é um problema!

Estraga a louça?

O manual do fabricante fala pra não colocar madeira e plástico. Eu não tô nem aí e coloco tudo. Mesmo que com o passar do tempo estrague um pote ou outro de plástico, prefiro ir lá comprar um novo a ter que lavar a mão. O mesmo com teflon, não sei se a longo tempo irá estragar, mas com quase dois meses de uso, continua tudo inteiro! Se o que o manual diz não ser indicado lavar não estraga, quem dirá o que é indicado! Nossa panelas são na maioria de inox, e nestas não notamos nada de diferente. Nem nos pratos e copos. As vezes um talher ou outro tem uma manchinha escura, mas nada demais.

Lava direito?

Sim, e muito bem! A única exceção, que já falei, é comida muito grudada. Se comer uma lasanha e deixar o prato lá secando, pode ser que algo fique grudado. Mas o princípio é o mesmo de lavar a mão, ou coloque pra lavar na hora, ou deixe de molho até ligar a máquina. Muitas máquinas tem a função pré-lavagem, que você pode ir colocando a louça lá e usar essa função pra dar uma enxaguada e assim não grudar nada enquanto espera a máquina encher pra iniciar a lavagem propriamente dita. Inclusive, lavar na máquina é mais higiênico até do que lavar a mão, porque bucha de cozinha costuma ser um dos itens que mais tem bactéria na casa… então não deixe esse medo ser um impeditivo pra ter sua máquina!

Consome muito?

Não, nem água nem luz. Aliás, eu deixo lavar e secar todas as vezes, porque a louça sai impecável, e minha conta de luz aumentou uns 20 reais no mês, utilizando praticamente uma vez por dia! Pra quem for deixar secar ao natural, o gasto de luz será ainda menor!

O detergente custa caro?

Mais que detergente comum, mas nada que irá te empobrecer. O óleo secante da Sun custa em média R$7 e nem sei quantas lavagens irá durar, mas muitas! Até agora não precisei comprar outro. Já o sabão, compramos de duas marcas, todas duas em tablets. O da Finish custa em torno de R$16, com 15 unidades. Compramos o Sun também, por praticamente o mesmo preço, mas com 24 unidades. Não notamos diferença entre os dois, então vá no mais barato! Não encontramos outras opções em nossa cidade, e devo fazer uma pesquisa no Mercado Livre pra ver se tem opções mais baratas. Alguém tem algum pra indicar?

Considerações gerais quanto ao modelo escolhido:

- Achamos que o acabamento é muito bom, competindo de igual pra igual com o da Electrolux.

- Ela lava muito bem, e faz relativamente pouco barulho.

- Interno todo em inox.

- Design bonito.

- Não gostamos do fato dela não desligar sozinha o painel ao terminar, o botão continua com o led “ligar” continua aceso, e você tem que ir lá e desligar.

- Ela não tem a função aquaspray, então o que fazemos é colocar a louça na máquina, não colocar sabão e ligar na temperatura mais quente e deixar rodando por uns 5 minutos. Depois disso desligamos. O problema é que ela não drena a água neste caso, que fica acumulada no fundo da máquina. Isso não é um problema, se estivermos falando de um dia, mas se quiser deixar a louça de um dia pro outro, eu já fico desconfortável de deixar essa água acumulada lá.

- Só tem um programa que não inclui secagem. Pra nós não é um problema, porque preferimos secar todas as vezes, mas se este não for o seu caso, pense a respeito.

- Por falar em secagem, não consigo ler direito o nível do óleo secante… acho que não entendi, ou então ele continua cheio demais. Vou ter que esperar um tempo pra poder falar a respeito…

- O tamanho da nossa (9 serviços) é o ideal para um casal (na nossa opinião). Dá pra lavar a louça de toda uma refeição, incluindo panelas, pratos, tábua de carne, etc. A arrumação da lava louças é a parte mais difícil do processo, então quanto mais espaço tiver, mais fácil será. Depois de cozinhar, a nossa fica bem cheia, e com certeza não caberia tudo numa menor.

- Na hora de comprar a sua, vá até uma loja e olhe o tamanho dela. Pense em quanta louça costuma sujar, e se ela tem um tamanho compatível com a sua rotina, pra lavar tudo de uma vez. Foi assim que vi que a de 6 serviços não serviria pra gente! Nossas panelas são grandes, nossos pratos também… A nossa atende em 90% do tempo. 5% das vezes ela é grande, pois sujamos apenas pratos e talheres, e 5% das vezes ela está pequena, porque sujamos 3 panelas, mais pratos, e etc. Ou seja, achamos que acertamos no tamanho pra nossa família.

- Alguns leitores, como o Augusto, sugeriram uma de 12 serviços (ele inclusive trocou a 9 que tinha pela de 12) mesmo sendo apenas um casal. Acho que é uma coisa a se pensar, porque fica mais fácil ainda dispor a louça nela, e o consumo não varia tanto de uma de 9 serviços pra uma de 12 serviços, então mesmo que use com ela mais vazia, não vai fazer taaaanta diferença assim na luz e etc. Fora que elas tem a opção meia carga! Então, se quiser ainda mais comodidade, pense numa maior.

Considerações quanto a ficar na área de serviço:

Não é o local indicado, e no momento ainda não definimos uma rotina correta, porque ainda não temos um balcão no lugar, onde iremos  usar pra apoiar a louça, nem tentamos uma bacia, nada do tipo, até porque ainda iremos montar a área de serviço, que continua toda improvisada até agora. As louças vão pra pia e de lá carrego pra área. De qualquer forma, gasto muito menos tempo fazendo isso do que lavando e secando a mão. Mas se houver a possibilidade, instale lateralmente à pia. Em nossa casa, o ideal seria no lugar do gaveteiro, mas até o momento achamos que vale a pena ficar na área, a fazer obra na cozinha. Resumindo: mesmo que não tenha lugar na cozinha pra colocar, pode comprar sem medo de ser feliz, porque vai continuar sendo uma mão na roda!

- Como esse modelo tem uma cestinha pra talheres, ele acaba facilitando, porque daí levo a cestinha para a pia e encho lá, ao invés de ter que levar os talheres em separado para a área de serviço.

 9Z9A1376

Vou aproveitar, e colocar aqui a opinião da Fernanda, em relação a esse modelo da GE, pra terem mais uma opinião:

Oi Ju,
tô voltando só para relatar minha experiência com a lava-louças GE. Bom, a ideia de iniciar um programa de lavagem e cancelar para fazer o “aquaspray” funciona bem. O único problema, que pra mim não é crítico, é que a água que foi usada nesse processo fica toda no fundo da máquina. Com o cancelamento da lavagem, a lavalouças não faz a drenagem. Então é preciso manter a porta entreaberta para evitar deixar água empoçada fechada. Uma coisa que me incomodou nela foi que somente 1 programa não faz a secagem, o que me permite deixar a louça secando naturalmente, e economizar energia. E esse programa é o mais simples, logo não dá pra usar quando tem louça muito suja. Em outros programas, se eu quiser pular a secagem, tenho que ficar de olho no barulho da máquina e ver quando ela terminou de drenar toda a água e aí desligá-la. Nada prático. Mais um contra foi que não dá para lavar panelas de aluminio nela. Limpas as panelas até ficam, mas saem com manchas escuras e/ou amarelas super dificeis de tirar (quanto mais quente for a água, pior). Lava muito bem panelas de teflon. Panelas de inox podem sair escuras tbm, porém bem menos pior que o alumínio. Adeus minha intenção de nunca mais lavar minha panela de pressão à mão. Entretanto os prós da máquina são varios e pra mim compensam os contras. Economiza muito o meu tempo (obvio!). Lava os talheres, vidros, plásticos, cerâmicas, etc. muito bem, sem dúvida. Meu liquidicador que é cheio de reentrâncias e saliências nunca esteve tão limpo! Minha casa é terrea e no manual especifica que a pressão minima de água deveria ser 4mca. Lá em casa deve ter uns 3mca. Mesmo assim, está funcionando legal. Eu gostei tbm do resultado na conta de luz. Uso em média 1 vez ao dia, quase sempre no ciclo normal e gastei 40kWh a mais do que costumava. Ah, uma outra dica, que já disseram por aqui, é para vc usar o detergente de boa marca. Comprei de uma marca mais barata e o resultado foi terrível. Alguns pratos saíram com resquícios de sabao e o bloquinho ficou quase inteiro no fundo da lava-louças. O pouco que dissolveu, grudou nos pratos. Isso aconteceu usando o ciclo q lava a 40ºC. Se eu quiser usar essa marca tenho que escolher um ciclo de pelo menos 50ºC, ou o bloquinho não derrete. Com a marca Finish não tive nenhum problema do tipo. Bom, acho que é isso! Abraços, Ju!

Então é isso, estamos adorando, achamos um item super útil e pretendemos nunca mais deixar de ter uma!

Mas antes de terminar, estava pensando se vocês topariam nos ajudar… O ponto é o seguinte, já pesquisei dicas de arrumação de louças na máquina pra melhor aproveitamento do espaço, mas sem que alguma acabe saindo suja. Não encontrei muita coisa… Pensei se vocês, que tem lava louças a mais tempo, não aceitariam o desafio de tirar foto de sua louça arrumada (pode ser depois de lavada) na máquina, pra descobrirmos as posições que são colocadas e vermos se podemos fazer igual… que acham? Assim eu iria fazer um post mostrando as fotos, e inclusive se quiserem mandar mais dicas, postaria a foto e a dica da pessoa. Que tal me ajudarem a enriquecer o blog com o máximo de informações possíveis e verdadeiras sobre esse assunto?! Pra quem se interessar, mande pro nosso email: dias.adois@hotmail.com. Se recebermos fotos e dicas suficientes pra um post, faremos um logo em seguida… adoraria se contribuíssem!

 No mais, só tenho a agradecer todos os que comentaram no primeiro post. Sério, sem vocês não sei se teria me decidido de forma tão rápida! Encomendei no dia seguinte ao post!

E aí, aqueles que me cobraram o post, gostaram? Quem é que vai comprar uma?! Quem tem mais pitacos pra dar? Aproveitem que a hora é essa!

 

 

Adeus Electrolux, Olá Britânia!

Enquanto preparo o post da lava louças, que tal falarmos sobre outro acontecimento importante na nossa casa (pra verem como nossa vida é empolgante… hahaha)?! Me chamem de maluca, mas honestamente acho que algumas coisas são capazes de mudar a vida das pessoas… sério!  Posso dar vários exemplos:

Anticoncepcional

Microondas

Lava e seca

Bacon

Cera de depilação

Cirurgia plástica…kkkkkkk

E no topo: álcool!!

E se não acredita em mim, coloque bacon no seu ovo mexido, na sua carne moída, no seu ensopadinho de batata, no seu feijão e veja se tudo não será melhor! kkkkkk

E na minha lista de itens essenciais pra casa, que tornam a vida muuuuito mais fácil, está o aspirador de pó. E ele fica entre os primeiros! Como sou exagerada, temos mais de um, e falei a respeito deles há um tempo por aqui, sendo um dos favoritos o Ergorapido da Electrolux. Mas se um dia ele ficou no top da lista, como astro  do rock aqui em casa, ultimamente ele foi mudando de posição, até chegar uma hora que resolvemos nos desfazer dele.

 A questão é que com o passar do tempo ele foi ficando mais fraco, e nos últimos meses estávamos ficando irritados com o tempo que levava e a quantidade de vezes que tínhamos que passar no mesmo lugar pra conseguir sugar tudo. Fora que a bateria não durava mais nem 10 minutos. Pensamos em trocar a bateria, mas a danada custa em torno de 200, praticamente o preço de um aspirador novo! Como ele ainda funcionava, resolvemos conversar com o pessoal da coleta, explicamos o que acontecia e um deles resolveu levar pra casa, disse que ia “testar” (claaaro que a primeira coisa que fiz ao voltar pra casa foi me esconder pra tirar uma foto…rsrsrs). E assim encerramos nossa história com o laranjinha.

Adeus

Mas não nos desfizemos dele sem antes comprar um substituto. No andar de cima, já usávamos nosso Bissell velho de gerra, comprado nos EUA por uma bagatela de U$20 e que tem funcionado por anos, muitíssimo bem obrigada. Aliás, com passar do tempo, criamos uma preferência por ele, mesmo sendo de fio… Então resolvemos dar uma olhada no mercado e ver o que tinha de similar por aqui, e foi quando encontramos a versão nacional do Bissell, da Britânia. Veja se não são iguaizinhos:

Comparação

O preço dele custa em torna de R$100 mas já vi numa promoção no Shoptime por R$68. Foi lá inclusive que compramos o nosso, mas infelizmente não na promoção… sniffff… No início ficamos com medo de não prestar, mas como o investimento era baixo, resolvemos tentar e devo dizer, não nos arrependemos! Pelo contrário, tivemos uma supresa agradável… o bichinho é valente! Não sei se o Bissell perdeu um pouco da sua potência com o passar dos anos, mas ele em comparação com o Britânia ficou fraco… pode?! O único contra é o barulho. Ele é muuuuuito barulhento, o mais barulhento de todos os que experimentamos até hoje.  Já pensei em usar protetor auricular pra aspirar… kkkk. Fora que a assistência técnica pra ele não tem em nossa cidade, mas pelo preço, quem vai querer consertar?! Com certeza sairá mais caro que comprar um novo…

Não me entendam mal, continuamos achando o Ergorapido um bom investimento, e vai muito do que você quer pra sua casa. Mas aqui em casa, depois de testar os dois, preferimos no final o Britânia, e os motivos são:

Preço: R$100, enquanto o Electrolux custa R$300. Se sua casa for de dois andares, te digo que é melhor ter um Britânia em cada andar, do que um sem fio pra carregar entre um andar e outro.

Potência: Ele é muuuuito mais potente que o Electrolux. E é quase tão potente quanto aspiradores grandes.

Durabilidade: Não estou falando em vida útil, mas em tempo de utilização. O Britânia roda muito, antes de ter que parar pra abrir e limpar, o Electrolux tem que limpar com mais frequência, além de não durar mais de 20minutos de uso contínuo, porque a bateria morre e precisa ser recarregada – isso um novo.

Praticidade: Apesar do Electrolux ser mais prático por não ter fio, o fio do Britânia é longo e aspiro o andar debaixo sem precisar tirar ele da tomada. Só em alguns cantinhos que não dá distância. Então achamos que esse único detalhe não justificaria a compra de outro Ergorapido.

Quando fizermos os móveis da nossa área de serviço, a ideia é deixar uma tomada dentro do armário onde guardaremos o aspirador, assim deixaremos lá ligado direto, e nem precisaremos enrolar o fio. Atualmente ele fica no nosso lavabo no dia a dia, ligado na tomada, fio desenrolado e pronto pra ser usado. Só no fds guardamos na área de serviço… Costumamos dar uma aspirada rápida de manhã e a noite. Levamos nem 5 minutos de cada vez, mas o resultado é uma casa limpinha, sempre! No andar de cima, deixamos o Bissel dentro do closet, do mesmo jeito, pronto pra uso. Assim não rola preguiça, não perdemos tempo e mantemos tudo em ordem!

E apesar de termos um aspirador grande, não indico a compra de um. Usamos o nosso só pra limpar sujeira de obra, ou pra coisas mais pesadas, porque no dia-a-dia simplesmente é mais prático pegar o menor, que está sempre a mão.

Então fica aí a nossa dica, de um produto que estamos usando e gostando. E só pra deixar claro, não estamos ganhando um centavo com esse post, certo?! Mas não temos nada contra se a Britânia aparecer por aqui e resolver nos patrocinar…rsrsrs

Quem aí tem um dos dois? Deixem sua opinião a respeito, e nos contem se amam ou odeiam. Isso ajudará os que estão pesquisando e se decidindo sobre qual aspirador comprar.