DIY: Como fazer um rack de MDF

E aí, vamos finalmente pro PAP do nosso rack? Por favor pessoal, não esperem nada fenomenal pra não se frustrarem, ok?!

Vocês já conhecem o início dessa história, que contamos aqui. Mas em resumo, compramos uma placa de MDF 18mm crua. Medimos e cortamos em pedaços para que o rack ficasse com 50cm de altura, 50cm de profundidade e no comprimento (que não me recordo exatamente quanto) exato da área onde ele seria colocado.

Uma das coisas que eu queria muito era que o móvel tivesse as paredes grossas, pra ficar um pouco mais elegante. Pra isso, colamos duas placas de MDF juntas pra cada parte do móvel. Usamos cola de madeira e pincel. Super simples.

Aqui dá pra ver como pra cada divisória, temos duas placas do MDF. Assim, as paredes ficaram bem mais encorpadas.

Pregamos então a parte de cima. Percebam que ao contrário das laterais, a parte de cima tem apenas uma placa de MDF. Por que? Pra que depois os pregos não fiquem aparecendo.

 Depois das laterais terem sido pregadas, hora de marcar onde ficariam as divisórias.

Pregamos também as divisórias, que também são duplas, assim como as laterais.

Aí, olhem o resultado: tudo torto!!! Por que? Lembram que tivemos que cortar com a tico-tico? Quem disse que alguma coisa estava reta???

A solução foi desmontar e passar a plainadera.

Depois disso, o móvel finalmente estava reto (olha a sujeira que tivemos que limpar depois… pensam que é fácil?!?! rsrsrs)

Tá vendo como na parte de cima (e debaixo) ficam aparecendo os pregos? Por isso só tínhamos colocado uma placa.

Agora é a hora de colocar a segunda placa por cima, só que usando apenas cola.

Outra coisa que usamos foram essas cantoneiras para dar mais sustentação no armário. Colocamos bem para o centro, porque assim não aparecem.

Hora de colocar as rodas. O jeito mais fácil que encontramos foi começar a parafusar com a chave e terminar com a máquina.

Hora de passar a massa pra esconder as junções e dar a impressão de que a madeira é única. Pra isso usamos massa própria pra madeira.

E lixa…

… e passa massa de novo. Ao todo passamos três demãos para que o acabamento ficasse perfeito. Por cima da massa passamos primer, que não só prepara a madeira pra receber a tinta, como também mostra as imperfeições.

Hora de pintar. Resolvemos usar tinta spray porque queríamos um acabamento com mais brilho. Foram necessárias 3 latas e três demãos.

E aí o resultado:

O que podemos dizer que aprendemos disso tudo:

- Ao comprar o MDF, compre com ele já no tamanho desejado ou no máximo com um tamanho que você consiga carregar… rsrsrs.
- Você não precisa passar massa se comprar uma fita de acabamento. Nós preferimos não comprar porque aqui só vendiam um rolo fechado, que vinha muita quantidade e iria encarecer demais (cerca de R$150,00 a mais).

Adoramos o resultado, simples, reto e elegante… Por que fizemos assim? Por que atrás do rack vai ter um jardim de inverno e não queríamos que ele ficasse escondido atrás do móvel. O foco da sala será o jardim e não o rack. E como o projeto era bem simples, optamos por tentar fazer nós mesmos. Outro motivo para fazer foi o preço que nos cobraram por um sob medida e no mercado não encontrávamos nada no tamanho que queríamos. Então, arregaçamos as mangas e fizemos um que nos atenderá por um bom tempo gastando muito pouco!

 O que gastamos?

-1 placa de MDF,
-3 latas de tinta spray branca,
-6 rodinhas,
-massa pra madeira (que já tínhamos em casa)

E aí pessoal, o que acharam do resultado? Estamos orgulhosos de nós mesmos, afinal, essa foi a nossa primeira vez!

PS: Surgiram algumas perguntas nesse post, então fizemos um outro aqui com mais informações sobre o rack. Quem sabe sua dúvida não está lá?!